O papel da TI dentro das empresas e as tendências

Neste artigo, você vai entender por que a TI está ganhando destaque dentro das empresas, além de conferir as principais tendências para 2021.

O ano de 2020 promoveu uma série de mudanças na rotina das empresas. Se antes o setor de TI tinha uma função relevante dentro dos negócios, agora ele é visto como fundamental, tanto no âmbito operacional quanto sob o ponto de vista estratégico. Mas qual será o papel da TI dentro da sua empresa? Como os gestores têm lidado com as demandas por tecnologia ao longo dos últimos meses? E o que esperar para o setor ao longo de 2021? 

Neste artigo, você vai entender por que o setor de TI vem ganhando cada vez mais espaço dentro das empresas, inclusive com a criação de cargos de liderança específicos para profissionais que atuam na área. Ainda vamos mostrar por que o ano de 2020 acelerou a transformação digital dentro dos negócios e o que podemos esperar de 2021. Acompanhe e descubra!

Liderança e estratégia de TI dentro das empresas

Nos últimos anos, a tecnologia já vinha desempenhando um papel importante dentro das organizações. Em 2020, os setores de TI sofreram um impacto de crescimento significativo em razão da pandemia do novo coronavírus.

Foi a partir daí que a TI, antes vista como um setor de suporte ao negócio, passou a ser enxergada como uma peça fundamental no jogo corporativo. Isso significou perceber a necessidade de investimentos e desenvolvimento contínuo da área. 

Os gestores perceberam a importância da tecnologia no ambiente de negócio e a necessidade de promover a organização do setor, investindo em soluções que contribuam para a comunicação, eficiência, automação e execução de todos os processos do negócio.

Com essa nova visão, a atuação do profissional do TI vai muito além do suporte para as diferentes áreas do negócio. Agora, ele ganha uma função de protagonismo em alta escala, oferecendo uma visão de estrategista, na busca constante por soluções de produtos e serviços que possam ser incorporados à rotina do negócio.

Isso é uma oportunidade para os profissionais, mas também um desafio, já que eles precisam sair da frente das telas e desenvolver habilidades voltadas para a gestão de pessoas, estratégia e de negócios.

O setor de TI e as perspectivas para 2021

Provavelmente, você vivenciou as mudanças que o ano de 2020 trouxe para a rotina de trabalho. Grande parte dos profissionais precisou ser alocada para o home office e o início da pandemia foi um divisor de águas para os profissionais que atuam na área de tecnologia, já que demandou uma mudança repentina dentro das organizações.

É natural que muitas empresas tenham sofrido para se adaptar, enquanto outras, que já tinham os projetos desenvolvidos, conseguiram promover uma mudança mais rápida. 

Todo esse movimento impactou na aquisição de novas tecnologias, na implementação da automação e novas plataformas, entre outros.

Os desafios para 2021 são de manutenção dessas mudanças, contratação de novos colaboradores e constante promoção do uso de novas tecnologias.

5 assuntos que vão se destacar na área de TI em 2021

Como você pode ver, neste ano as empresas estão investindo muito mais em tecnologia, buscando implementar mudanças que contribuam para o desenvolvimento contínuo dos seus negócios.

Separamos cinco assuntos importantes que devem estar na pauta de estratégias de qualquer empresa que está pensando em investir em tecnologia de forma efetiva. Acompanhe e entenda!

1. Revisão de estratégias

Uma mudança no mercado demanda adaptação das estratégias. Dessa forma, revisar prioridades e fazer escolhas alinhadas com as demandas do mercado é uma necessidade.

A flexibilidade para desenhar e redesenhar as estratégias do negócio influenciaram o comportamento das empresas em 2020, estão influenciando em 2021 e a tendência é que esse movimento se repita nos próximos anos.  

A necessidade de rápida adaptação aponta a importância de revisitar estratégias sempre que necessário. Qualquer mudança no cenário faz com que novas demandas possam surgir durante o ano, e a empresa precisa estar atenta.

Importante lembrar, ainda, que a revisão das estratégias e implementação de mudanças devem ser apoiadas na observação dos movimentos de mercado e na análise de dados. Com relação à coleta de dados, a empresa  pode investir no uso de inteligência artificial, automação ou analytics.  

2. Nuvem como necessidade

Na jornada de transformação digital, o uso de sistemas em nuvem já era uma tendência. Agora, tornou-se uma necessidade e uma obrigação. Para quem ainda não se adaptou, essa mudança precisa ser feita o quanto antes.

O uso de sistemas em nuvem facilita o acesso à informações, traz mais segurança no tratamento e trânsito de dados e contribui para que todos os colaboradores consigam trabalhar, independentemente do local onde estiverem executando as suas tarefas.

3. Investimento em cibersegurança

A aceleração da transformação digital trouxe avanços para as organizações, mas junto com isso trouxe inúmeros desafios. Agora, os sistemas estão mais completos e mais complexos, podendo estar também mais vulneráveis a ataques cibernéticos.

O trabalho em home office é um exemplo de risco. As empresas migraram suas equipes para espaços domésticos, expandindo as redes corporativas para além de um espaço físico seguro.

Com isso, é fundamental aproveitar o momento para colocar em pauta a segurança da informação, proteção e confidencialidade de dados.

Na prática, isso pode ser feito, por exemplo, por meio da adoção de sistemas de verificação de localização, VPNs e autenticação multifatorial.

As demandas de investimento em cibersegurança devem ser avaliadas levando em consideração as particularidades do negócio e demandas específicas relacionadas à rotina de trabalho organizacional.

 

4. Privacidade e segurança de informações

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) aponta para uma necessidade de mudança nas políticas de coleta, armazenamento e tratamento de dados. As empresas, que agora estão lidando com um movimento maior de dados no on-line, devem estar atentas à importância de respeitar as determinações legais.

Nesse contexto, é fundamental pensar no assunto como um valor de transformação da cultura organizacional. A segurança  das informações que transitam dentro de uma empresa é um pilar importante na construção da confiança do cliente e da cultura do negócio.

Para entender o quanto esse assunto é atual e relevante, basta pensar na polêmica envolvendo o aplicativo de conversas WhatsApp que, após anunciar uma mudança na política de compartilhamento de dados, foi alvo de inúmeras críticas dos usuários.

5. Os aprendizados do home office

Por fim, o home office representou uma das grandes mudanças da pandemia e, mesmo com a vacinação, a tendência é que o modelo de trabalho seja adotado de forma permanente em muitas empresas.

Mesmo aquelas que pensam em retomar atividades presenciais já cogitam a realização de atividades na modalidade híbrida.

Para que isso se torne efetivo e eficiente, é necessário que as empresas reorganizem a casa e suas estratégias, usando análises de dados para avaliar quais são os melhores caminhos e quais ferramentas de produtividade podem ser utilizadas para auxiliar na gestão dos colaboradores que estão fora do espaço físico da empresa.

Entender os pontos fortes e fracos e aproveitar as oportunidades ajudam na melhora da comunicação e do desempenho das equipes, permitindo personalizar a experiência dos funcionários e contribuindo para equilibrar a produtividade e promover uma gestão adequada do tempo.

Como você pode ver, o ano de 2021 será de muito trabalho para os gestores e equipes de TI. Com a adoção de estratégias adequadas e análise das demandas e particularidades do negócio, é possível encontrar ferramentas e soluções que contribuam para o desenvolvimento contínuo, aumento da competitividade e inovação constante dentro das organizações.

Você quer investir em novas soluções tecnológicas para a sua empresa em 2021? Entre em contato com a Zuri e conheça nossa plataforma.

 

“Leandro Zerbinatti, Diretor de Serviços, Gente e Academia”

Responsável pelo treinamento e capacitação tanto de nossas equipes quanto de clientes e prospects. Mentor de Transformação Digital e Professor PHD, Leandro traz em seu legado vasta experiência corporativa em áreas do ciclo de desenvolvimento da Engenharia de Sistemas (Eletrônicos e de Informação), Inovação e Capacitação de Pessoas. Nos últimos anos, aprofundou sua expertise na tecnologia low-code e atuou como líder de Academy para a Outsystems, gigante do mercado global em tecnologia low-code, focada em desenvolvimento de aplicativos. Confira seu LinkedIN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *